Logo
Imprimir esta página

Eleições acessíveis: folheto com esclarecimentos sobre a eleição da Assembleia da República

 

A propósito das próximas Eleições Legislativas, a Plural&Singular elaborou uma reportagem para apurar se o ato eleitoral e as propostas partidárias eram acessíveis às pessoas com deficiência e, como tal, vem lembrar que o Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P., (INR, I.P.), a Comissão Nacional de Eleições (CNE), juntamente, com entidades ligadas à deficiência elaboraram um folheto com esclarecimentos sobre a eleição da Assembleia da República. 

A Associação de Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO), a Federação Nacional de Cooperativas de Solidariedade Social (FENACERCI), a Federação Portuguesa das Associações de Surdos (FPAS) e a Federação Portuguesa para a Deficiência Mental (HUMANITAS) foram outras entidades que colaboraram na elaboração deste folheto dirigido a pessoas com deficiência, nomeadamente, sobre o direito em matéria de voto para a Assembleia da República.

“O referido folheto foi produzido com recurso à leitura fácil e está disponível em formato vídeo, com recurso a legendagem e língua gestual portuguesa, e em braille, de forma a que as pessoas com deficiência auditiva, intelectual e visual tenham acesso à informação referente aos atos eleitorais”, pode ler-se na nota enviada pelo INR, I.P. enviou à Plural&Singular.

Em atos eleitorais anteriores foram desenvolvidos folhetos relacionados com as eleições para o Parlamento Europeu, de maio de 2014, e para a Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira, em março de 2015, tendo estas iniciativas sido divulgadas nos sítios eletrónicos das entidades parceiras.

http://www.cne.pt/content/eleicoes-acessiveis-ar-2015.

Copyright © 2015 designPDT. All Rights Reserved. Designed by Pedro Dantas Teixeira.