Nada sober vós sem vós

Log in
updated 4:09 PM WEST, Jun 14, 2017
Informação:
PARTILHEM: A 17.ª edição da revista digital da Plural&Singular está online e disponível para download. Além dos resultados da 3.ª edição do concurso "A Inclusão na Diversidade", destacamos uma "Grande Entrevista" com Ana Sofia Antunes, secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência que faz um balanço de um ano de Governo

Gaia: Associação Nacional de Amputados promove desfile inclusivo


A Associação Nacional de Amputados (ANAMP) vai juntar no dia 3 de dezembro, Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, crianças e adultos com e sem deficiência, num desfile inclusivo que junta várias associações.

Em declarações à Plural&Singular, a presidente da ANAMP, Paula Leite, apontou que a iniciativa contará com 26 modelos e que o objetivo é “desfilar alegria, tirar as pessoas de casa e mudar mentalidades”.

“O desfile surgiu para que as pessoas com amputação desfilem a sua imagem e as suas próteses. Para o mundo ver que é possível. Muita gente anda com a prótese escondida e ninguém sabe que são amputadas. Às vezes escondem-se delas mesmas. Aqui vamos mostrar que somos belas, temos auto-estima e que gostamos de andar na moda. Entretanto pensamos que tratando-se da data que é e do objetivo, faria sentido associar as várias instituições d concelho que se dedicam a esta área”, descreveu Paula Leite.

O desfile vai realizar-se nas Caves Ferreira, contando com o apoio da câmara de Vila Nova de Gaia. Caberá à Code oferecer as roupas, sendo esta uma marca de vestuário “muito confortável” com “calçado que se adequa a pessoas amoutadas” e peças “muito divertidas e bonitas para todos os gostos”, acrescentou Paula Leite.

A iniciativa serve ainda para assinalar o segundo aniversário da ANAMP com o tradicional cantar de parabéns.

Desfilarão modelos desde os quatro aos 57 anos, sendo que a modelo mais velha não tem os quatro membros e passará duas vezes na passerelle: uma vez com as próteses e uma segunda vez sem as mãos biónicas que usa.

Além da ANAMP, vão participar pessoas ligadas à Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados (CERCIGAIA), da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPDACDM), da Associação Portuguesa para as Perturbações do Desenvolvimento e Autismo (APPDA) e do Sorriso da Rita, uma associação ligada à paralisia cerebral.

Desta forma, serão modelos amputados, pessoas com autismo, paralisia cerebral, deficiência intelectual e trissomia 21, aos quais se juntam os familiares.

A ANAMP é uma associação sem fins lucrativos criada em dezembro de 2014 que tem como objetivo a oferta de serviços específicos dirigidos aos amputados e familiares/amigos.

Quando foi formada, esta associação avançou como objetivo de “tirar as pessoas amputadas de casa e mudar mentalidades, criando um coletivo de aceitação”.

Atualmente a associação conta mais de uma centena de associados.

A propósito desta iniciativa recordamos a reportagem de capa da nossa 15.ª edição da revista digital com o título “Aprender a viver depois da amputação”. Visualize e faça download AQUI!

Deixe um comentário

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

26°C

Lisboa

Mostly Cloudy

Humidity: 81%

Wind: 35.40 km/h

  • 24 Jun 2017 30°C 23°C
  • 25 Jun 2017 28°C 20°C

Publicidade