Nada sober vós sem vós

Log in
updated 12:40 PM WET, Nov 17, 2017
Informação:
ACOMPANHE: Todas as novidades sobre os projetos com 'marca' Plural&Singular. Além do concurso de fotografia internacional em que TODOS cabem - cuja cerimónia de entrega de prémios decorre dia 3 e dezembro no CPF, no Porto - avançamos com formações em Comunicação Acessível e Sexualidade&Afetos, o projeto "Nós os cuidadores - sessões de grupo para cuidadores informais!" e com candidaturas ligadas ao ERASMUS+            Consulte também a página do Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media e adira ao nosso grupo de debate e partilha no facebook  

Santo Tirso: Unidade de Ensino para Autistas

O concelho de Santo Tirso, distrito do Porto, tem a partir desta semana uma Unidade de Ensino Estruturado para a Educação (UEEA) de alunos com perturbações do espetro do autismo.

De acordo com informação da autarquia de Santo Tirso, há vários anos que a câmara presidida por Joaquim Couto tem vindo a insistir junto da Direção-Geral Dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) para a criação no concelho de uma unidade desta natureza.

Até aqui os alunos com autismo de Santo Tirso frequentavam unidades de outros concelhos vizinhos, nomeadamente Maia e Guimarães, mas na terça-feira foi inaugurada a unidade tirsense que vai ficar localizada na Escola Básica Integrada de S. Martinho do Campo que também vai acolher residentes de Famalicão devido à falta de vagas nessa cidade.

“A preferência por esta escola deve-se ao facto desta possuir três níveis de ensino – 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico – o que possibilita a continuidade pedagógica”, explica a autarquia.

Recorde-se que a câmara de Santo Tirso tinha alargado o programa de ocupação de pausas letivas MIMAR às unidades de multideficiência do concelho, ou seja aos estudantes com necessidades especiais, uma medida que leva Joaquim Couto a crer que terá “ajudado” na decisão da DGEstE de aprovar a criação de uma Unidade de Ensino para Autistas neste concelho.

Atualmente são cinco os alunos que frequentam a unidade de S. Martinho do Campo, existindo outros 20 alunos com esta deficiência, mas que se encontram integrados em turmas de ensino regular, não necessitando, por isso, de frequentar uma resposta especializada.

A UEEA da EBI de S. Martinho do Campo funciona das 08h15 às 17h00 com dois professores do ensino especial, dois terapeutas (ocupacional e da fala), um fisioterapeuta, um psicólogo e dois auxiliares.

A unidade divide-se em duas salas: uma para as atividades e outra para fisioterapia. Coube à câmara dotar a unidade de divisórias e mobiliário adequado.

O que são UEFA?

As unidades de ensino estruturado para a educação de alunos com perturbações do espetro do autismo constituem uma resposta educativa especializada desenvolvida em escolas ou agrupamentos de escolas que concentrem grupos de alunos que manifestem perturbações enquadráveis nesta problemática.

A organização da resposta educativa para alunos com perturbações do espetro do autismo é determinada pelo grau de severidade, nível de desenvolvimento cognitivo, linguístico e social.

Considera-se necessário criar uma UEEA sempre que existam alunos que necessitem de respostas educativas diferenciadas.
A UEEA não é mais uma turma da escola. Todos os alunos têm uma turma de referência que frequentam, usufruindo desta unidade enquanto recurso pedagógico especializado deste agrupamento.

Atendendo às caraterísticas do trabalho a desenvolver e no sentido de responder de forma adequada e eficaz às necessidades de cada um dos alunos, o número de crianças apoiadas por cada unidade não deve ser superior a seis alunos. Para cada aluno é definido um plano individual conforme a sua especificidade.
 

FOTOS: CM Santo Tirso

Deixe um comentário

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

2°C

Lisboa

Mostly Cloudy

Humidity: 47%

Wind: 11.27 km/h

  • 18 Nov 2017 11°C 2°C
  • 19 Nov 2017 12°C 4°C

Publicidade