Nada sober vós sem vós

Log in
updated 7:06 AM UTC, Sep 15, 2021
Informação:
LEIA E PARTILHE: a última edição da revista digital da Plural&Singular que já vai na 26.ª edição e tem em destaque a 7.ª edição do concurso internacional de fotografia "A inclusão na diversidade"

Guimarães: Plural&Singular vai às escolas desmistificar a deficiência


Indo ao encontro de cerca de 2800 participantes esta ação de formação sobre comunicação acessível e inclusiva pretende ajudar a desconstruir mitos e preconceitos e a perceber a influência que a utilização dos conceitos adequados poderá ter nas mudanças necessárias à construção de uma sociedade mais inclusiva.


Além disso, este encontro é uma oportunidade de perceber o que se deve ter em conta na produção de conteúdos e documentos acessíveis, na apresentação da informação em sites e de saber quais as tecnologias usadas por pessoas com deficiência para comunicar.


Os participantes terão, também, a possibilidade de conhecer alguns aspetos relacionados o atendimento a este público e como tornar os ambientes acessíveis.


Estão previstas 14 ações de formação, uma por agrupamento escolar, o que vai permitir que os participantes, entre eles, professores, auxiliares da ação educativa e outros técnicos tenham mais uma oportunidade de “desmistificar a deficiência”, e de refletir sobre “os desafios da comunicação”.


Numa segunda fase, serão selecionados 90 participantes cuja atividade profissional se justifique para participar no nível II da ação de formação que incide na acessibilidade digital e no conhecimento de software gratuito e tecnologias de apoio que facilitem a comunicação de pessoas com diversidade funcional.


A Câmara Municipal de Guimarães, entendendo que o acesso à informação é um direito, com a aposta nesta formação quis proporcionar aos principais intervenientes nesta área uma oportunidade para comunicarem cada vez melhor e chegarem a mais pessoas.


Esta iniciativa conta com o apoio do Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência de Guimarães, que também identificou a necessidade de capacitar as pessoas para comunicar com todos os públicos independentemente da sua condição funcional.

 


A formação dirigida aos elementos do Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência que se realizou a 26 de novembro de 2018 motivou o município a estender esta iniciativa aos seus colaboradores, mas também às escolas do concelho.


Estão previstas 14 ações de formação, uma por agrupamento escolar, o que vai permitir que 180 participantes, entre eles, professores, auxiliares da ação educativa e outros técnicos tenham mais uma oportunidade de “desmistificar a deficiência”, e de refletir sobre “os desafios da comunicação”.


Numa segunda fase, do total de 300 formandos serão selecionados 90 cuja atividade profissional se justifique para participar no nível II da ação de formação que incide na acessibilidade digital e no conhecimento de software gratuito e tecnologias de apoio que facilitem a comunicação de pessoas com diversidade funcional.


A Câmara Municipal de Guimarães, entendendo que o acesso à informação é um direito, com a aposta nesta formação quis proporcionar aos principais intervenientes nesta área uma oportunidade para comunicarem cada vez melhor e chegarem a mais pessoas.


Esta iniciativa conta com o apoio do Fórum Municipal das Pessoas com Deficiência de Guimarães, que também identificou a necessidade de capacitar as pessoas para comunicar com todos os públicos independentemente da sua condição funcional.

Entrevista à vereadora da Ação Social, Paula Oliveira, realizada no âmbito da assessoria de comunicação realizada para o Fórum Municipal de Pessoas com Deficiência de Guimarães: http://forumdeficiencia.guimaraes.pt/?p=841

4°C

Lisboa

Limpo

Humidade: 49%

Vento: 14.48 km/h

  • 03 Jan 2019 7°C 3°C
  • 04 Jan 2019 8°C 1°C