Nada sober vós sem vós

Log in
updated 2:50 PM UTC, Jul 16, 2021
Informação:
TODOS CONVIDADOS: aniversário da Plural&Singular que é já terça-feira, Dia Internacional da Pessoa com Deficiência | Cerimónia no CPF, no Porto, a partir das 16:00 com entrega de prémios do concurso de fotografia "A Inclusão na Diversidade" e lançamento da 23.ª edição da revista digital Plural&Singular 

Guimarães: o palco da inclusão na diversidade

Um dia dedicado à “inclusão na diversidade” é a proposta da Plural&Singular e do Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media que gere esta revista digital para um passeio inclusivo pela cidade de Guimarães. Este evento realiza-se no dia 17 de julho, a partir das 13h00 no café-concerto do Centro Cultural Vila Flor e culmina às 18h00 no mercado municipal, local escolhido para a inauguração da exposição de fotografias da 7.ª edição do concurso internacional de fotografia, promovido desde 2014 em parceria com o Centro Português de Fotografia (CPF), no Porto.

Inscreva-se já! Aceda à ficha de inscrição AQUI

É neste edifício situado em pleno Centro Histórico do Porto, no Largo Amor de Perdição, junto à Torre dos Clérigos, onde outrora foi a Cadeia da Relação, que a exposição ficará patente durante o mês de dezembro. Mas nesta 7.ª edição a organização decidiu, devido aos constrangimentos da pandemia para a realização da cerimónia de inauguração, começar a itinerância desta iniciativa e, nesse sentido, levou esta exposição para Guimarães, ficando patente no mercado municipal.

“Quando percebemos que a cerimónia no CPF não era viável por causa das medidas adotadas para a utilização da sala de exposição, decidimos alterar o calendário desta iniciativa, puxá-la para a primavera e torcer para que fosse viável um evento presencial”, contextualiza a presidente do Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media, Sofia Pires.

Este ano, além da cerimónia de entrega dos prémios aos vencedores do concurso, optou-se por dar protagonismo também a outros momentos e outros projetos para que, a partir de um almoço de convívio, se possa usufruir de uma experiência inclusiva aberta a qualquer pessoa que queira participar.

A ementa do café-concerto do Centro Cultural Vila Flor é o ponto de partida para a apresentação do software de informação acessível da Adapt4you. Uma aplicação que torna o acesso à informação sem barreiras e que será usada em vários momentos deste evento para se perceber o potencial da mesma. “Este produto é utilizado offline e é gratuito para os utilizadores que podem ser pessoas cegas, disléxicos, pessoas com deficiência intelectual, analfabetos e turistas que não saibam a língua. O telemóvel será a ponte para a informação acessível em que tudo está à distância de um código”, refere a CEO da Adatp4you, Andreia Matos.

A sobremesa é servida enquanto se dá a apresentação do livro de crónicas "Cicatrizes no corpo e na alma" que Cândida Proença escreveu durante a pandemia. Esta professora, diagnosticada com Esclerose Múltipla em 1992 e que desde 2018 enfrenta um cancro da mama, escolheu Guimarães para mais uma visita. “É uma cidade nem sempre fácil de calcorrear com uma cadeira de rodas mas desta vez trouxe um ‘amigo’ que vai mudar bastante a experiência deste périplo e o esforço de alguns troços vai diminuir”, avalia Cândida Proença referindo-se ao auxiliar de propulsão elétrico que se acopla à cadeira de rodas manual transformando-a numa espécie de bicicleta de três rodas elétrica para facilitar a mobilidade, principalmente em zonas inclinadas.

Filipa Meira, a responsável da eTukminho vai apresentar algumas boas práticas na área do turismo inclusivo em jeito de quem introduz os equipamentos que esta empresa gere: Os tuk tuk estão agora parados devido à crise turística provocada pela pandemia mas este meio de transporte é uma ótima alternativa para as pessoas com deficiência se percorrerem as cidades. “A eTukminho esenvolveu um projeto no âmbito da Linha de Apoio Turismo Acessível, com o apoio do Turismo de Portugal que se materializou na adaptação destes veículos para utilização e condução para e por pessoas com algum tipo de deficiência e ou mobilidade reduzida”, sublinha Filipa Meira.

A visita guiada preparada terá como guia Miguel Teixeira e pretende revelar, recorrendo a curiosidades históricas, “a inclusão na diversidade” ou a falta dela no passado vimaranense e a evolução destes contextos até ao presente. Pretende-se aproveitar esta viagem pela história para se refletir e cultivar a normalização de uma abordagem inclusiva e o respeito pela diversidade.

A inauguração da exposição das fotografias vencedoras da 7.ª edição do concurso internacional de fotografia “A inclusão na diversidade” é o culminar deste dia repleto de convívio e partilhas.

A descrição das imagens em exposição resulta da parceria da Plural&Singular com a Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria que tem vindo a trabalhar a acessibilidade das fotografias do concurso a pessoas cegas e com baixa. Um grupo de alunos do mestrado em Comunicação Acessível foi desafiado a descrever as fotografias e a informação das mesmas estará disponível na aplicação da Adatp4you para que todos possam aceder à descrição.

A participação no evento é gratuita (à exceção do almoço que tem um custo de 8€), mas sujeito a inscrição até ao dia 15 de julho através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., pelo telefone 91 30 77 505 ou através da ficha de inscrição disponível AQUI.

Este evento está sujeito às normas em vigor da Direção-Geral da Saúde, devido às contingências da pandemia da covid-19, nomeadamente uso obrigatório de máscara e a higienização das mãos através de dispensadores de álcool gel disponíveis para o efeito. A Plural&Singular apela aos participantes para que cumpram os alertas de saúde pública solicitadas pelas autoridades nacionais e procurará implementar regras e circuitos que promovam o distanciamento social sem afetar o convívio entre participantes.

 

O evento ponto a ponto…

O quê? Inauguração da exposição das fotografias vencedoras da 7.ª edição do concurso internacional de fotografia “A inclusão na diversidade”

Quem? A iniciativa é promovida pela Plural&Singular, uma revista digital dedicada à temática da deficiência e inclusão gerida pelo Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media

Onde? Em Guimarães (começa no café-concerto do Centro Cultural Vila Flor e termina no mercado municipal)

Quando? 17 de julho, das 13h00 às 18h30

Porquê? Decidiu criar-se um dia dedicado “à inclusão na diversidade” para celebrar o concurso de fotografia através de uma experiência de convívio e partilha inesquecível que culmina na apresentação das fotografias vencedoras desta edição do concurso internacional de fotografia.

Programa:

13h00 || Almoço no Vila Flor Café-concerto | Centro Cultural Vila Flor

15h00 || Apresentação do software de informação acessível | Andreia Matos da Adapt4you | Café-concerto do Centro Cultural Vila Flor

15h30 || Apresentação do livro "Cicatrizes no corpo e na alma"| Cândida Proença | Jardins do Palácio e Centro Cultural Vila Flor

16h00 | A diversidade do turismo inclusivo | Filipa Meira da eTukminho | Jardins do Palácio e Centro Cultural Vila Flor

16h15 | Passeio inclusivo guiado | Miguel Teixeira | Centro da cidade

18h00 || Inauguração da exposição dos vencedores do concurso | Sofia Pires e Paula Teixeira da Revista Plural&Singular | Mercado municipal

18h30 || Verde de honra | Mercado municipal

Encerramento

Resumo: O concurso internacional de fotografia “A inclusão na diversidade” soma sete edições em parceria com o Centro Português de Fotografia no Porto, local que acolhe a exposição no mês de dezembro. Em 2020, a organização alterou a data da cerimónia de entrega de prémios e alargou o prazo de candidatura até 15 de abril de 2021 para avançar com a itinerância do concurso começando por Guimarães.

Objetivo: Divulgar o concurso internacional de fotografia “A inclusão na diversidade” ao mesmo tempo que se partilha uma experiência de turismo inclusivo, se analisam as dificuldades sentidas e se reflete nas melhorias necessárias para se tornarem cada mais acessíveis as atividades de turismo e lazer. Pretende-se também discutir os contextos de inclusão e exclusão, culminando este exercício com a diversidade e a discriminação ilustradas nas fotografias vencedoras.

Público-alvo: Qualquer pessoa pode participar neste evento.

Inscrição: A participação no evento é gratuita (à exceção do almoço que tem um custo de 8€), mas sujeita a inscrição até ao dia 15 de julho através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., pelo telefone 913077505 ou através da ficha de inscrição disponível AQUI.

Nota: o espaço é acessível a pessoas com mobilidade reduzida, será utilizado um software de informação acessível e o passeio contará com interpretação em Língua Gestual Portuguesa. O evento estará sujeito às normas em vigor da Direção-Geral da Saúde, devido às contingências da pandemia da covid-19.

Apoios:

     

                

               

         

 

                   

 

 

 

Mais sobre o Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media: Organização portuguesa fundada em 2015, sedeada em Guimarães e inscrita no Registo Municipal das Instituições de Solidariedade Social de Guimarães (RMISG) e no Registo Municipal das Entidades Culturais, Artísticas, Recreativas e Humanitárias de Guimarães (REMECARH). Está oficialmente registado no Instituto Nacional de Reabilitação, I.P. (INR) enquanto Organização Não Governamental das Pessoas com Deficiência de âmbito Local, por despacho de 14 de dezembro de 2016 e, indo ao encontro da sua missão – acredita no poder da informação e da educação para combater os preconceitos e a consequente discriminação – esta entidade, além de produzir conteúdos jornalísticos na área da deficiência e da inclusão, também desenvolve outros projetos de organização de eventos, de informação, de formação e de assessoria de comunicação no sentido de contribuir para um mundo de inclusão, equidade e diversidade. Sendo a comunicação imprescindível neste caminho de TODOS e para TODOS, compreendemos a influência que as organizações poderão ter nas mudanças necessárias à construção de uma sociedade mais inclusiva e queremos sempre que possível trabalhar em rede.

Informação útil: O Centro Cultural Vila Flor (CCVF) fica localizado no centro da cidade de Guimarães (Av. D. Afonso Henriques, 701 4810-431), no norte de Portugal.

 

Como chegar: Sul - A1 Norte Direção Porto » A3 Porto/Braga Direção V. N. Famalicão » A7 Guimarães || Norte - A3 Valença Direção Braga » A11 Guimarães

Em Guimarães, saindo da autoestrada, encontrará uma rotunda onde deverá seguir em frente, entrando numa via rápida em direção à cidade. No final dessa mesma via, deverá seguir as placas com a indicação de Hospital. Do seu lado direito encontrará o Guimarães Shopping. Deverá seguir em frente, subindo a Av. Conde de Margaride. No topo da Av. Conde de Margaride, encontrará uns semáforos onde deverá virar à direita (Rua Paio Galvão) em direção ao Largo do Toural. Seguindo sempre em frente encontrará, do seu lado direito, a Av. D. Afonso Henriques. A meio da Av. D. Afonso Henriques encontrará o CCVF, do seu lado esquerdo.

Para quem chega a Guimarães de Comboio o Centro Cultural Vila Flor fica a 100 metros da Estação de Caminhos-de-ferro de Guimarães, descendo a pé pela Avenida D. Afonso Henriques.

Coordenadas GPS

N 41.43695 (Latitude)

W (-)8.29554 (Longitude)

Estacionamento: O Centro Cultural Vila Flor possui um parque de estacionamento subterrâneo, sendo esta a melhor opção para deixar o carro porque é garantido um percurso totalmente acessível até ao local de realização do almoço e da primeira parte do evento.

Elevadores: Têm cabines grandes e botões em braille

Instalações sanitárias: Têm a largura de porta maior ou igual a 78 cm, espaço de manobra e transferência lateral para a sanita

 

Hiperligações:

Ficha de inscrição: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSex9Q9XiubCjWP6Kr9ogT2_Nf8eFaUEapqkKPAy_jZn-bXdnA/viewform?usp=pp_url

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/779131616110488/?ref=newsfeed

Site da Plural&Singular: http://pluralesingular.pt/

Facebook da Plural&Singular: https://www.facebook.com/PluraleSingular

Facebook do Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media: https://www.facebook.com/nucleodeinclusao/

Grupo do Facebook do Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media: https://www.facebook.com/groups/128888631046765/

Instagram da Plural&Singular: https://www.instagram.com/pluralesingular/

 

 

Descrição do cartaz:

No cabeçalho, ao centro estão os logótipos do Palavras Infinitas – Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media e da Plural&Singular. Por baixo o texto 7.ª edição do concurso internacional de fotografia “A inclusão na diversidade”, seguida, com maior destaque do título Inaguração da exposição de fotografias. “O culminar de um dia dedicado à “inclusão na diversidade” e a data e o local de realização deste evento: 17 de julho de 2021, Mercado Municipal de Guimarães. Por último o programa: Programa:

13h00, Almoço no Café-concerto do Centro Cultural Vila Flor

15h00, Apresentação do software de informação acessível da Adapt4you

15h30, Apresentação do livro de Cândida Proença

16h00, A diversidade do turismo inclusivo by eTukminho

16h15, Passeio pela cidade guiado por Miguel Teixeira

18h00, Inauguração da exposição no mercado municipal

18h30, Verde de honra

Para mais informações contactar:

Plural&Singular – Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media

Sofia Pires * 913 077 505 * Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.  

 

Itens relacionados

4°C

Lisboa

Limpo

Humidade: 49%

Vento: 14.48 km/h

  • 03 Jan 2019 7°C 3°C
  • 04 Jan 2019 8°C 1°C