Nada sober vós sem vós

Log in
updated 3:52 PM WEST, Sep 21, 2017
Informação:
PARTILHEM: O concurso de fotografia internacional em que TODOS cabem está de volta para mais uma edição, a quarta...CONSULTE TODA A INFORMAÇÃO NO NOSSO SITE!       Também não deixe de ler e partilhar a nossa 18.ª edição da revista digital da Plural&Singular que está 'online' e disponível para 'download' dando destaque a uma "viagem" pelos Açores e Madeira: será que estes dois arquipélagos afortunados em história, cultura e paisagem, são inclusivos?

“Fotografias feitas com papel”

Uma artista francesa transforma em obras de artes os rolos de cartão do papel higiénico. Especializada em colagens, pintura e ilustração de livros, Anastassia Elias, é responsável por “dar vida” ao que chama “fotografias feitas com papel”, já que captura eventos do quotidiano que, tal como os rolos de cartão, passam muitas vezes despercebidos à maioria das pessoas.

Há vários produtos que incorporam estas criações disponíveis para aquisição. Em http://society6.com/anastel/prints pode encomendar desde t-shirts, hoodies, molduras, até sacos de tiracolo e autocolantes para Ipad e portáteis.

 

Para um comum mortal o rolo de cartão costuma assinalar, apenas, o fim do papel higiénico, mas para Anastassia Elias esta condição é o início de uma obra de arte. Já Óscar Wilde dizia que “nenhum grande artista vê as coisas como realmente são. Caso contrário, deixaria de ser um artista”. Anastassia Elias viu potencial nos rolos de papel higiénico e recriou-os. Transformou-os em cenários em miniatura com recortes colados por dentro.

Animais da selva, girafas e macacos no jardim zoológico, malabaristas, parques de diversões e o circo. Cenas do quotidiano, como um engarrafamento, uma criança a andar de baloiço, na escola, ou a brincar na neve, o movimento do mercado, uma mulher a estender roupa, um dia de chuva ou simplesmente uma avó sentada. Fez rolos temáticos aplicados às férias e ao trabalho e três deles dedicados a Portugal: o Fado de Coimbra, a Universidade de Coimbra e os Caminhos do Cinema Português.

Mas o que chamou a atenção à Plural&Singular, foi o facto desta artista francesa no contexto das cenas desportivas, nomeadamente escalada, boxe, hóquei no gelo e futebol, ter representado o basquetebol em cadeiras de rodas. “Retive este tema, sem hesitação, porque esta modalidade (e o desporto adaptado em geral) parecia original e sub-representada”, explica Anastassia Elias. Há um ano atrás durante a preparação de rolos de papel para uma exposição em Hong Kong, a artista decidiu representar o basquetebol adaptado e transformou um rolo de papel higiénico vazio numa homenagem ao desporto para as pessoas com deficiência. Captou a essência desta modalidade e de todos os outros episódios que recriou. 

O trabalho é todo feito à mão. “Uso uma tesoura de manicura e x-ato para cortar as formas de papel pequenas e seleciono o papel da mesma cor que o rolo para dar a ilusão de que as formas de papel fazem parte do rolo. Utilizo uma pinça para manipular as formas de papel e durante a conceção certifico-me de que os itens não interferem uns nos outros e que captam a luz da melhor maneira”, descreve Anastassia. Este método de trabalho dá origem a um jogo de sombras estimulado pela projeção de luz que consegue avivar as cenas recriadas, momentos “escondidos” no interior dos rolos de papel higiénico que ganham vida e expressividade graças ao trabalho minucioso de Anastassia Elias.

 

Biografia Flash

Anastassia Elias tem 36 anos e vive em Paris. Estudou Jornalismo e Filologia mas é artista e ilustradora de livros infantis publicados em França. Mais informações em www.anastassia-elias.com 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

28°C

Lisboa

Sunny

Humidity: 52%

Wind: 22.53 km/h

  • 25 Sep 2017 30°C 21°C
  • 26 Sep 2017 26°C 20°C

Publicidade