Nada sober vós sem vós

Log in
updated 11:19 AM WEST, Jun 28, 2017
Informação:
PARTILHEM: A 17.ª edição da revista digital da Plural&Singular está online e disponível para download. Além dos resultados da 3.ª edição do concurso "A Inclusão na Diversidade", destacamos uma "Grande Entrevista" com Ana Sofia Antunes, secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência que faz um balanço de um ano de Governo

Entrevista ao delegado técnico do evento: Tom Langen faz um bom prenúncio para esta competição

 


 

“Um lugar no top 6 seria um excelente resultado para Portugal”. 

Delegado Técnico do Campeonato da Europa de Futebol de 7, Tom Langen

 

Plural&Singular (P&S) - Portugal é o anfitrião, em 2014, deste campeonato. Porquê a escolha de Portugal para a organização desta prova? 

Tom Langen (TL) - Portugal entregou uma excelente candidatura. Com a experiência na organização de muitos Campeonatos Mundiais e Europeus de Boccia, a CPISRA [Associação Desportiva e Recreativa Internacional de Paralisia Cerebral] está convencida de que a comissão organizadora anfitriã vai preparar um excelente Campeonato Europeu de Futebol de 7.

P&S - Que expetativas tem em relação ao campeonato em si? A Rússia é a grande favorita? Que outras equipas acha que se vão destacar?

TL - Como presidente do Comité Internacional de Futebol e delegado técnico do evento, espero uma competição marcante. Sem sombra de dúvida que a Rússia e a Ucrânia são as grandes favoritas. A competição pela medalha de bronze vai ser renhida, com muitas equipas a disputar o terceiro lugar: Inglaterra, Irlanda, Escócia e Holanda. Também estou contente que um novo país, a Alemanha, participe, finalmente, numa competição internacional, assim como, a Irlanda do Norte, Dinamarca e Finlândia. 

P&S – Qual é a sua opinião acerca da seleção portuguesa? O facto de Portugal jogar ‘em casa’ acha que é uma motivação extra para fazer uma boa prestação neste campeonato? 

TL - O ano passado Portugal participou na Taça Intercontinental de Barcelona, em Espanha, depois de um longo período de ausência. Este ano, voltei a ver a equipa num torneio de preparação, novamente em Barcelona, e reparei que têm feito imensos progressos. Com o fator ‘casa’ a equipa pode ser uma surpresa. Um lugar no top 6 seria um excelente resultado para Portugal. 

P&S – Quais são os principais objetivos a alcançar nesta competição?

TL - Os principais objetivos são um torneio justo com um alto nível competitivo. Também é um desafio para classificar os jogadores na classe correta para manter uma competição justa. Eu espero que todos desfrutem do evento e que depois de duas semanas de jogos, consigam olhar para trás com satisfação e que tenham uma boa impressão da hospitalidade da organização portuguesa. Da parte da CPISRA, desejo a todos muito sucesso, em especial para o comité organizador, representantes do governo, jogadores, treinadores, membros do staff e, por último, mas não menos importantes, os voluntários. 

 

Deixe um comentário

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

23°C

Lisboa

Partly Cloudy

Humidity: 46%

Wind: 22.53 km/h

  • 28 Jun 2017 27°C 16°C
  • 29 Jun 2017 28°C 18°C

Publicidade