Nada sober vós sem vós

Log in
updated 9:49 AM WET, Dec 3, 2017
Informação:
ACOMPANHE: Todas as novidades sobre os projetos com 'marca' Plural&Singular. Além do concurso de fotografia internacional em que TODOS cabem - cuja cerimónia de entrega de prémios decorre dia 3 e dezembro no CPF, no Porto - avançamos com formações em Comunicação Acessível e Sexualidade&Afetos, o projeto "Nós os cuidadores - sessões de grupo para cuidadores informais!" e com candidaturas ligadas ao ERASMUS+            Consulte também a página do Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media e adira ao nosso grupo de debate e partilha no facebook  

Inglaterra ganha na abertura do Campeonato da Europa de Futebol de 7: Portugal perde e vê-se obrigado a ‘fazer contas’

Para evitar ‘contas’, como ambicionava o selecionador luso, Luís Ferreira, Portugal precisava ganhar já no jogo de abertura deste campeonato, mas nem o ‘fator casa’ deu o empurrão necessário aos jogadores portugueses que tiveram perante si uma equipa inglesa aplicada e concretizadora.

Naquele que foi o primeiro jogo do Grupo C, a Inglaterra começou praticamente a vencer, fruto de um golo marcado logo aos sete minutos por Michael Barker. Aos dez, os ingleses já venciam por dois, mostrando ter bons argumentos em contra-ataque. Jack Rutter, o capitão da equipa marcou o segundo golo. 

Com uma desvantagem algo desmotivadora, sobretudo tratando-se de um jogo em casa e perante o seu público, a tarefa de Portugal ficou ainda mais difícil quando perto do intervalo, Michael Barker fez o terceiro para a seleção inglesa, sendo o segundo nas suas contas pessoais.

Os britânicos ainda beneficiaram de uma grande penalidade, mas o guarda-redes português, Rui Rocha, defendeu, voltando na jogada seguinte a fazer uma grande defesa e a evitar o quase certo quarto golo da Inglaterra.

 

Adivinhava-se, portanto, o 4-0, uma vez que Portugal mantinha uma postura retraída, o que veio a acontecer consequência de uma segunda grande penalidade que desta vez Jack Rutter não falhou. 

Esperava-se que no regresso do balneário, Portugal mostrasse mais, mas logo nos primeiros minutos da segunda parte, a Inglaterra voltou a marcar, por intermédio de Michael Barker que com este hat-trick estabeleceu o resultado final em 5-0.

Até ao final da partida, a equipa lusa não desistiu de procurar o golo de honra, nem os adeptos esmoreceram no apoio à seleção nacional.

O selecionador português não queria fazer contas, mas agora a permanência de Portugal no Campeonato da Europa de Futebol de 7 obriga a classificar-se como um dos dois melhores terceiros para passar aos quartos-de-final.

A Inglaterra dominou e impôs uma mão cheia de golos a Portugal, mas apesar de, com este resultado a continuidade dos anfitriões desta competição estar comprometida, nada está perdido.

 

 

 

 

Deixe um comentário

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

-2°C

Lisboa

Windy

Humidity: 36%

Wind: 64.37 km/h

  • 13 Dec 2017 0°C -7°C
  • 14 Dec 2017 1°C -3°C

Publicidade