Nada sober vós sem vós

Log in
updated 4:58 PM WEST, May 25, 2018
Informação:
ACOMPANHE: Todas as novidades sobre os projetos com 'marca' Plural&Singular. Além do concurso de fotografia internacional em que TODOS cabem - cujas candidaturas abrem no final de julho e decorrem até 15 de outubro - avançamos com formações em Comunicação Inclusiva e Sexualidade&Afetos, o projeto "Nós os cuidadores - sessões de grupo para cuidadores", caminhadas temáticas, noites interculturais e com candidaturas ao ERASMUS+  Consulte também a página do Facebook do Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media, a do Green Harmony e adira ao nosso grupo de debate e partilha

A campeã em discurso direto…

 

Feliz, Ovcharenko Serhii, selecionador da Ucrânia, que hoje se sagrou campeã da Europa, no Campeonato de Futebol de 7 que decorre na Maia, não esconde que o principal objetivo da sua seleção é impor-se nos Jogos Paralímpicos Rio2016. 

 

Plural&Singular (P&S) – Como define este momento, a conquista do Campeonato da Europa?

Ovcharenko Serhii (OS) – Esta é uma importante vitória para nós, nós trabalhámos para ela. É difícil descrever o sentimento exato, quando sabemos que somos os vencedores do campeonato, é a felicidade, a alegria… 

P&S – Quais eram as expetativas no início do campeonato? Esta vitória era esperada?

OS – Nós nunca fazemos nenhum prognóstico, porque dá azar. Desde o início, nós sabíamos que íamos competir com muitas grandes equipas e estávamos preparadas para a competitividade, mas ainda ficamos surpreendidos com o nível e o progresso. Muitos dos nossos jogadores desde o início do campeonato tiveram várias lesões e então a tarefa ficou mais difícil ainda para nós. E claro a situação que se vive agora no nosso país, na Ucrânia, não podia ser deixada de lado, é onde está o nosso pensamento. 

P&S – E a partir de agora… Que lugar pretendem no Campeonato do Mundo?

OS – Muitos jogos foram difíceis para nós neste campeonato, a partida com a Rússia, com a Inglaterra e com a Holanda… E no Campeonato do Mundo ainda será mais difícil com o Brasil e o Irão e todas querem ganhar, por isso…

P&S – E nos Jogos Paralímpicos?

OS – Esse é o nosso maior objetivo, para o qual temos trabalhado. Eu acho que o Brasil será extremamente difícil, porque os brasileiros farão, não apenas o que é possível, eles farão o impossível, por isso temos que trabalhar muito, muito. 

 

(entrevista com apoio da responsável pelas relações internacionais do Comité Paralímpico da Ucrânia, Nadiia Litucha)

 

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

25°C

Lisboa

Nublado

Humidade: 68%

Vento: 11.27 km/h

  • 26 Mai 2018 32°C 22°C
  • 27 Mai 2018 24°C 13°C

Publicidade