Nada sober vós sem vós

Log in
updated 3:48 PM WEST, Apr 30, 2017
Informação:
PARTILHEM: A 17.ª edição da revista digital da Plural&Singular está online e disponível para download. Além dos resultados da 3.ª edição do concurso "A Inclusão na Diversidade", destacamos uma "Grande Entrevista" com Ana Sofia Antunes, secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência que faz um balanço de um ano de Governo

Descubra como pode um cavalo mudar uma vida…

 


A Associação Portuguesa de Terapias Equestres e Complementar (APTEC) realiza no fim de semana de 25 e 26 de junho um Fórum Ibérico de Intervenções Assistidas com Cavalos. O evento visa divulgar as Intervenções Assistidas com Cavalos (IAC), demonstrado a suas aplicações e promover o reconhecimento perante a sociedade e no âmbito do Sistema Nacional de Saúde.


Texto: Paula Fernandes Teixeira
Fotos: APTEC

A criação da APTEC começou à mesa de jantar de uma família que já era apaixonada por cavalos mas desconhecia o seu “imenso potencial” no âmbito terapêutico. Pedro Afonso, atualmente vice-presidente da associação, estava ligado aos cavalos desde muito novo numa vertente mais desportiva. A curiosidade em relação as intervenções assistidas com cavalos era muita e na descoberta de um novo mundo, entrou de imediato a filha, Cátia Ruivo, que é psicóloga, e a esposa, Rosa Dias, que preside à APTEC.

Entretanto, em nove anos de existência, esta instituição que tem sede na Sobreda, zona da Costa da Caparica, concelho de Almada, já apoiou e trabalhou com centenas de pessoas, entre as quais com deficiência.
Paralisia cerebral, esclerose múltipla, autismo e síndrome de down são alguns dos exemplos de deficiências que encontram melhorias ao interagir com cavalos. Somam-se situações de hiperatividade, problemas de ansiedade, depressão ou dificuldades na função respiratória, entre outras. A APTEC também trabalha com invisuais e surdos. Para além das terapias também está ligada à prática desportiva.

Quando em 2007 a família promotora desta associação decidiu lançar-se à tal descoberta, encontrou na Federação Espanhola de Terapias Equestres (FETE) o parceiro ideal para a formação.

À Plural&Singular, os responsáveis explicaram que a ligação à federação do país vizinho se prende com o facto de, à época do lançamento da APTEC, ainda não existir oferta em território luso na área da formação.
“Em Espanha esta federação é autónoma da federação desportiva. Em Portugal quem supervisiona é a federação desportiva que delega na Escola Nacional de Equitação que entretanto tem um quadro terapêutico para fazer formação nesta área”, descreveram. A APTEC também está ligada à Federação Equestre Portuguesa no âmbito desportivo. 


Benefícios das terapias com cavalos

Partindo da convicção que as IAC resultam de um modo geral em todas as pessoas, como elemento reabilitador preventivo ou curativo, que promove a melhoria da qualidade de vida, esta associação partiu da teoria para a ação, aplicou a formação e a certificação conseguida internacionalmente e está apostada em difundir a mensagem de que “um cavalo pode mudar uma vida” (...)

Fórum Ibérico de Intervenções Assistidas com Cavalos
Além de divulgar as IAC, demonstrado as suas aplicações, a APTEC quer promover o seu reconhecimento perante a sociedade e no âmbito do Sistema Nacional de Saúde (...)

LER TRABALHO COMPLETO A PARTIR DA PÁGINA 22 DA 15.ª EDIÇÃO DA PLURAL&SINGULAR

 

 

Deixe um comentário

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

17°C

Lisboa

Mostly Cloudy

Humidity: 44%

Wind: 22.53 km/h

  • 30 Apr 2017 20°C 11°C
  • 01 May 2017 21°C 11°C

Publicidade