Nada sober vós sem vós

Log in
updated 2:00 PM WET, Nov 13, 2018
Informação:
EM BREVE: informações sobre concurso internacional de fotografia "A inclusão na diversidade" promovido pela Plural&Singular em parceria com o Centro Português de Fotografia entre outros projetos do Núcleo de Inclusão Comunicação e Media

Guimarães: ação de formação “Sexualidade&Afetos – Os desafios da diversidade funcional e do envelhecimento”

Organizada pela marca Plural&Singular gerida pelo Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media, a ação de formação e de sensibilização “Sexualidade&Afetos – Os desafios da diversidade funcional e do envelhecimento” realiza-se no dia 21 de setembro das 14h00 às 17h30, instalações da Fraterna, na Urbanização da Atouguia, em Guimarães e é dirigida a TODOS os interessados em perceber melhor as especificidades da sexualidade e dos afetos vivenciados por pessoas com deficiência e seniores.

Esta iniciativa acontece no âmbito do projeto “Nós, os cuidadores”, mas além de contar com a participação dos cuidadores que integram as sessões de apoio psicológico orientadas pela psicóloga clínica Marta Freitas, está aberta a TODOS os interessados em desconstruir os estereótipos e eliminar os tabus associados às pessoas com deficiência e ao envelhecimento.

A formação tem um custo associado de 15€. O pagamento realiza-se mediante transferência bancária para o seguinte IBAN: PT50.0036.0407.99106010801.29.

Inscreva-se através deste link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeWtgfIwgx6jhxlTYn7jlxnaA_KY2CnUNDrVfjyYguzS00piw/viewform?usp=sf_link

Depois de preencher o formulário, o interessado dispõe do prazo de cinco dias úteis para proceder ao pagamento da taxa de inscrição através de transferência bancária. O processo de inscrição é considerada completo com o envio do respetivo comprovativo para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Nota: Como inicialmente estava previsto, o formador Rui Machado, por incompatibilidade de agenda não vai poder participar na ação de formação, sendo que a mesma será dada apenas pela formadora Marta Freitas. 

 

Programa:

14h00 às 15h30
Sofia Pires || Acolhimento e apresentação sucinta da organização que promove esta iniciativa
Marta Freitas || O conceito de sexualidade e os entraves na realização afetiva | A deficiência e os respetivos modelos


15h30 às 16h30
Marta Freitas || A sexualidade e o envelhecimento | A sexualidade versus diversidade funcional/envelhecimento: mitos, preconceitos e estereótipos


16h30 às 17h30
Marta Freitas || Discriminação interseccional: quando os preconceitos se sobrepõem | A promoção da diversidade e de vivências afetivas


Resumo:
Todos temos o direito a vivenciar experiências afetivas e a uma sexualidade plena. No entanto, existe ainda uma lacuna no âmbito da educação sexual que, em geral, compreenda o papel da sexualidade e da relação com o corpo, com o próprio e com os outros e que, em particular desconstrua os estereótipos e elimine tabus associados às pessoas com deficiência e ao envelhecimento. A educação sexual no que envolve a promoção da autoestima, da assertividade, da identidade, da relação com os outros é uma área que, apesar de negligenciada, enfrentando barreiras sociofamiliares e culturais ímpares, tem, justamente, um valor particular na emancipação e no empowerment desta população.

Tudo isto assente na compreensão da pessoa como um todo e na promoção dos direitos humanos, da igualdade, da qualidade de vida e de uma vida plena das pessoas com deficiência e dos seniores, privilegiando-se o seu papel como agente ativo na construção da sua vida e na tomada das suas decisões, com sonhos, aspirações, ilusões, objetivos pessoais também, e naturalmente, a nível da sua sexualidade - ainda que considerando sempre os apoios necessários decorrentes das características de cada um/a, sendo certo de que neste caminho estamos a prevenir riscos, a evitar o sofrimento e a promover o seu desenvolvimento e a sua realização plena enquanto pessoas.

Com esta formação pretende-se contribuir para a desconstrução de mitos e preconceitos, e a consequente discriminação, quer de pessoas com deficiência e seniores, no que diz respeito à respetiva vivência efetiva e sexual de uma forma geral, como também e, em particular, às dificuldades associadas a outras formas de discriminação que se sobreponham e originem mais exclusão, como é o caso das questões associadas à identidade de género e à orientação sexual.


Objetivos:

1. Adquirir conhecimento dos diferentes perfis de pessoas com necessidades específicas e os conceitos associados;

2. Contribuir para a melhoria dos relacionamentos afetivo-sexuais entre as pessoas com deficiência e sem deficiência;

3. Contribuir para a redução de possíveis ocorrências negativas decorrentes da falta de informação sobre esta matéria.

4. Desmistificar a deficiência junto das pessoas sem deficiência;

5. Combater os atos discriminatórios associados à sexualidade das pessoas com deficiência e dos seniores;

6. Disponibilizar informação relevante para esclarecer quer pessoas com deficiência, quer pessoas sem deficiência;

7. Ajudar a incluir a discussão da sexualidade das pessoas com deficiência e dos seniores em contexto institucional;

8. Promoção da diversidade e de vivências afetivas.

 

Apoios:

          

 


Mais sobre a formadora:

A Marta Freitas é psicóloga clínica, formadora e investigadora na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e Hospital de São João. Nasceu e, atualmente, reside em Guimarães, mas passou por Lisboa, cidade onde completou os estudos na área, e exerceu em Angola, país onde chegou a viver. O contacto com diferentes realidades fez com que assumisse uma missão social sendo, por isso, no Núcleo de Inclusão responsável pelo projeto dirigido aos cuidadores informais de pessoas com deficiência e por outras iniciativas que necessitem de uma abordagem clínica ao nível da psicologia.

Mais sobre a entidade organizadora:

Palavras Infinitas - Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media é uma Organização Não Governamental das Pessoas com Deficiência fundada em 2015. Tem como objetivo defender e promover os direitos e interesses daqueles que sofrem de exclusão a todos os níveis - social, cultural e económico - com especial incidência nas pessoas com deficiência. O trabalho principal do Núcleo é lutar contra a discriminação e o preconceito e romper as barreiras que podem levar à exclusão social - acredita no poder da informação e da educação para combater os preconceitos e a consequente discriminação.

A organização participa ativamente em fóruns, conferências e outros eventos, interagindo constantemente em diversas parcerias. As atividades principais, além do projeto principal jornalístico composto pelo site e pela revista digital Plural&Singular, envolvem a realização de sessões de formação e aconselhamento, a organização de eventos e projetos nacionais e internacionais.
A Plural&Singular é um órgão de comunicação digital dedicado à temática da deficiência que se desdobra em duas vertentes: uma revista digital e um site noticioso. Arrancou em dezembro de 2012, simbolicamente no dia 3, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. Além de oferecer reportagens da equipa editorial, a revista contém rúbricas permanentes de entidades e pessoas ligadas à área da deficiência.

A finalidade principal deste projeto, dirigido a pessoas com deficiência, cuidadores, instituições, profissionais, empresas e outras entidades ligadas a esta área, é colocar a temática da deficiência na rota da comunicação diária, nacional, lusófona e internacional transpondo as barreiras das diversas deficiências.

A Plural&Singular é uma marca registada gerida pela Palavras Infinitas – Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media, que desenvolve também outros projetos de organização de eventos, de informação, de formação e de assessoria.

O projeto “Sexualidade e Afetos – Programa de desenvolvimento psico-afetivo” é uma das iniciativas integradas num projeto mais abrangente intitulado Sexualidade&Afetos que a Plural&Singular lançou a 1 de janeiro de 2016. Trata-se de uma secção informativa no site www.pluralesingular.pt destinada a este tema, existindo um email disponível para o esclarecimento de dúvidas e questões concretas, cujas respostas são asseguradas pelo sexólogo Jorge Cardoso. Em relação aos conteúdos, disponibiliza-se informação mais generalista e outra mais específica às pessoas com deficiência.

Este projeto tem como parceiros a Associação para o Planeamento da Família, o grupo informal “Sim, Nós Fodemos”, a Federação Nacional de Cooperativas de Solidariedade Social (Fenacerci), a Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC).

 

Evento no Facebook

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

2°C

Lisboa

Breezy

Humidade: 48%

Vento: 40.23 km/h

  • 14 Nov 2018 5°C 0°C
  • 15 Nov 2018 3°C -2°C

Publicidade