Nada sober vós sem vós

Log in
updated 12:17 PM WET, Nov 22, 2017
Informação:
ACOMPANHE: Todas as novidades sobre os projetos com 'marca' Plural&Singular. Além do concurso de fotografia internacional em que TODOS cabem - cuja cerimónia de entrega de prémios decorre dia 3 e dezembro no CPF, no Porto - avançamos com formações em Comunicação Acessível e Sexualidade&Afetos, o projeto "Nós os cuidadores - sessões de grupo para cuidadores informais!" e com candidaturas ligadas ao ERASMUS+            Consulte também a página do Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media e adira ao nosso grupo de debate e partilha no facebook  

Enfermeiro/atleta Duarte Gil atingiu a meta na APPC


O enfermeiro/atleta Duarte Gil Barbosa, que no início de setembro anunciou que iria tentar correr 200 quilómetros e doar um euro por quilómetro à Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC), atingiu a meta e visitou recentemente a instituição.

O objetivo era correr na prova “24H Portugal 2016” que se realizou em Vale de Cambra nos dias 17 e 18 de setembro, mas Duarte Gil teve de correr mais… De forma simbólica, o atleta natural de Paredes percorreu as ruas do Porto para, desde o Hospital de São João, onde trabalha, até ao Centro de Reabilitação da APPC, voltar a divulgar a causa e entregar o cheque ao presidente Abílio Cunha.

No total conseguiu 1.950 euros, uma vez que além de um euro por cada quilómetro percorrido na prova – e percorreu 204 em 96 voltas – desafiou outros possíveis beneméritos, sendo que de imediato alguns colegas do hospital se associaram à ideia prometendo doar a mesma quantia que Duarte Gil.

A corrida simbólica para entregar os donativos decorreu a 30 de setembro, tendo Duarte Gil Barbosa sido aplaudido ao longo do percurso por utentes e responsáveis da APPC.

À chegada o presidente da direção da APPC, Abílio Cunha, considerou que o atleta “superou o desafio de forma brilhante”.

Já o enfermeiro/atleta explicou que é “muito sensível” a este tipo de doentes, referindo-se à paralisia cerebral, apontando saber que “têm bastante dificuldades no dia-a-dia, porque têm alterações a nível motor e sensitivo”,

Duarte Gil Barbosa conhece a paralisia cerebral quer devido à sua experiência de trabalho de oito anos com adultos e crianças que têm esta patologia, mas também porque este “convívio” se acentuou quando na família nasceu uma criança com paralisia cerebral, doença que afeta o controlo motor e a postura. 

A campanha não se esgotou com a prova... “Quero continuar a ajudar aqueles que, diariamente, ajudam quem mais precisa”, refere Duarte Gil Barbosa.

De acordo com informação remetida pela APPC à Plural&Singular, a verba entregue destina-se à realização de obras de melhoria da segurança (ligação de gás e medidas de evacuação) na Casa da Maceda, unidade da APPC destinada a apoiar diariamente pessoas com deficiência e incapacidade.



Quem é Duarte Gil Barbosa?
Sempre praticou desporto. Já no Secundário tinha bons resultados mas só aos 30 anos resolveu ir atrás de amigos que corriam. Um ano depois partia para a 1.ª Maratona do Porto – terminando os 42 quilómetros em menos de três horas.
Depois a “aposta” tornou-se mais intensiva. Pista, estrada, montanha...
As “24 Horas de Portugal”, em Vale Cambra, “eram um desafio grande, até a nível psicológico”. Duarte Gil salienta que, até então, “nunca tinha corrido uma distância tão grande”. E sabia que tal seria difícil... Em 2015 só dois atletas atingiram os 200 quilómetros. E na primeira edição, nenhum...
Na edição do corrente ano das “24 Horas de Portugal” ficou no segundo lugar do pódio. “Mas isso nem me interessava... A vitória foi atingir os 200 quilómetros. E, comigo, ‘levar’ outros a de igual forma apoiarem a APPC.”
Objetivo cumprido.

Itens relacionados

  • APPC: projeto de nova sede e residência universitária procura parceiros e fundos

    A Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC) tem um sonho: construir uma nova sede que simultaneamente acolherá estudantes universitários com deficiência. O projeto está orçado em 1,7 milhões de euros e deverá ser candidatado a fundos europeus.

  • Mais de 16 mil euros para o “APPC Playground”

    A Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC) conseguiu angariar 16.931,81 euros que irão a curto prazo ser aplicados na implementação do “APPC Playground”, um projeto que irá intervir nas áreas da educação digital e alimentar, bem como no apoio à empregabilidade. A verba foi angariada numa iniciativa promovida por uma grande superfície comercial.

  • APPC: Duarte Gil Barbosa doa um euro por quilómetro e desafia outros corredores

    Um atleta informal, Duarte Gil Barbosa, decidiu correr pela Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC). É enfermeiro mas corre há 14 anos e nos dias 17 e 18 de setembro vai participar no “24H Portugal 2016” em Vale de Cambra. Por cada quilómetro percorrido doará um euro. Quer fazer 200.

  • APPC distinguida pelas práticas de responsabilidade social

    A Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC) foi distinguida, a 12 de julho, com o Diploma de Reconhecimento pelas suas Práticas de Responsabilidade Social, numa cerimónia promovida pela Associação Portuguesa de Ética Empresarial (APEE).

  • Espetáculo “Dormir sob uma pedra” da APPC estreia a 8 de julho

    A Associação do Porto de Paralisia Cerebral (APPC) estreia a 8 de julho  no Auditório Horácio Marçal, pelas 21h45,  o espetáculo “Dormir sob uma pedra”, indicou a encenadora Mónica Cunha, da Companhia Era uma vez…Teatro.

Deixe um comentário

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

10°C

Lisboa

Rain

Humidity: 96%

Wind: 11.27 km/h

  • 22 Nov 2017 11°C 2°C
  • 23 Nov 2017 6°C 0°C

Publicidade