Nada sober vós sem vós

Log in
updated 4:13 PM WEST, Jul 5, 2019
Informação:
EM BREVE: a 22.ª edição da revista digital semestral Plural&Singular está a chegar com notícias sobre várias áreas e para vários públicos

“Nós, os cuidadores - Sessões de grupo para cuidadores informais” recomeça amanhã.


11 participantes dos três grupos de apoio criados até ao momento no âmbito do projeto “Nós, os cuidadores - Sessões de grupo para cuidadores informais”, recomeçam a partir de amanhã as reuniões que lhes permitem partilhar dúvidas, receios, alegrias e tristezas, ao mesmo tempo que têm o acompanhamento da psicóloga clínica Marta Freitas Figueiredo, colaboradora da Plural&Singular, a marca gerida pelo Palavras Infinitas – Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media.


Depois das 14 sessões realizadas no ano passado e que culminaram num convívio informal que se realizou no dia 22 de dezembro no Círculo de Arte e Recreio e teve direito a música, docinhos de Natal, dois dedos de conversa e boa disposição, recomeçam agora estas sessões de grupo dirigidas aos cuidadores de pessoas com diversidade sensorial, intelectual e doença degenerativa para ajudá-los a gerirem melhor as emoções associadas ao contexto específico de cada um e a perceberem de que forma interferem na dinâmica familiar.


As cuidadoras dos três grupos de apoio criados tiveram a oportunidade de conviver de forma mais descontraída e de desfrutar de uma surpresa patrocinada pela Oriflame, uma empresa de cosméticos que proporcionou uma sessão de cuidados de rosto e de maquilhagem a todas as participantes. Agora a intenção de dar continuidade a estas sessões é aprofundar os temas abordados nos primeiros três meses de apoio e reforçar os laços entre as cuidadoras para que se sintam também rede de suporte umas das outras.


Este apoio continua a decorrer nas instalações da sede da CERCIGUI - Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados do Concelho de Guimarães, CRL. (Rua Raúl Brandão, 195, Guimarães), também parceira da Plural&Singular neste projeto, nomeadamente na sinalização de cuidadores informais.


Aliás, a sinalização segundo a organização é o processo mais difícil na concretização deste projeto. “Não há uma listagens de pessoas que cuidam, informalmente, normalmente os familiares, de pessoas que têm algum tipo de dependência que requer cuidados específicos e podem originar desgaste físico e emocional à pessoa que cuida”, refere uma das colaboradoras.


“A sinalização é um processo em que TODOS podem participar”, continua. “Sabe-se que há 90 mil cuidadores informais em Portugal, maioritariamente os familiares dos dependentes. Não há uma listagem destas pessoas, por isso as unidades de saúde, as entidades de apoio, as juntas de freguesia o município e até mesmo as paróquias são essenciais para se conseguir chegar a estas pessoas”, conclui.


No âmbito deste projeto pretende-se também criar novos grupos para iniciarem o apoio, para que os participantes discutam nas sessões os temas fundamentais associados aos cuidados a dependentes, como é o caso, por exemplo, da sobrecarga, do stress, do luto.


Por isso, a Plural&Singular tenta disseminar este apelo: Se estiver interessado em colaborar com a Plural&Singular ou se for cuidador informal de uma pessoa com deficiência ou sénior e gostaria de integrar as sessões de grupo, ou conhece alguém que seja cuidador informal entre em contacto através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou do telefone 913 077 505.

Itens relacionados

Galeria de Imagens

Clicar na imagem para aumentar 001.jpg

Convívio dos participantes do projeto "Nós, os cuidadores - Sessões de grupo para cuidadores informais"

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

4°C

Lisboa

Limpo

Humidade: 49%

Vento: 14.48 km/h

  • 03 Jan 2019 7°C 3°C
  • 04 Jan 2019 8°C 1°C

Publicidade