Nada sober vós sem vós

Log in
updated 2:00 PM WEST, Oct 23, 2017
Informação:
PARTILHEM: O concurso de fotografia internacional em que TODOS cabem está de volta para mais uma edição, a quarta...CONSULTE TODA A INFORMAÇÃO NO NOSSO SITE!       Também não deixe de ler e partilhar a nossa 18.ª edição da revista digital da Plural&Singular que está 'online' e disponível para 'download' dando destaque a uma "viagem" pelos Açores e Madeira: será que estes dois arquipélagos afortunados em história, cultura e paisagem, são inclusivos?

Nós, os cuidadores: Mais 12 cuidadores participam nas sessões de grupo


São 12 os participantes do projeto “Nós, os cuidadores - Sessões de grupo para cuidadores informais”, iniciado em Guimarães, que, contando com o cofinanciamento do Instituto Nacional de Reabilitação (INR, I.P.) terão, a partir de sexta-feira, a oportunidade de partilhar dúvidas, receios, alegrias e tristezas em 14 sessões de apoio grupal dinamizadas pela psicóloga clínica Marta Freitas Figueiredo, colaboradora da Plural&Singular.

Estas 28 horas de apoio decorrem até 15 de dezembro nas instalações da sede da CERCIGUI - Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados do Concelho de Guimarães, CRL. (Rua Raúl Brandão, 195, Guimarães), também parceira da Plural&Singular neste projeto, nomeadamente na sinalização de cuidadores informais.
“A sinalização é um processo em que TODOS podem participar. Sabe-se que há 90 mil cuidadores informais em Portugal, maioritariamente os familiares dos dependentes. Não há uma listagem destas pessoas, por isso as unidades de saúde, as entidades de apoio, as juntas de freguesia o município e até mesmo as paróquias são essenciais para se conseguir chegar a estas pessoas”, refere uma das responsáveis por este projeto.

Por isso, a Plural&Singular tenta disseminar este apelo: Se estiver interessado em colaborar com a Plural&Singular ou se for cuidador informal de uma pessoa com deficiência e gostaria de integrar as sessões de grupo, ou conhece alguém que seja cuidador informal entre em contacto através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. ou do telefone 913 077 505.
“Todas as pessoas, que, até ao momento, contactamos, aceitam participar e assumem a necessidade de um apoio com estes contornos. A adesão tem sido ótima, e mesmo os cuidadores que não têm a quem deixar o dependente ou os que têm disponibilidade apenas ao fim de semana terão oportunidade de participar. Não queremos deixar ninguém de fora, só vamos ter que adiar”, refere a organização.

Portugal é um país que assenta os cuidados a dependentes maioritariamente na família. Estes cuidadores não costumam ser alvo de um apoio formal e, desta forma, a criação destes grupos de apoio vai contribuir para a redução do stress e burnout (esgotamento físico e mental intenso), ajudando-os a gerirem melhor as emoções associadas ao contexto específico de cada um e a perceberem de que forma interferem na dinâmica familiar.

Como nasceu o projeto?

A Plural&Singular decidiu desenvolver este projeto por entender que a existência de cuidadores mais capacitados para lidar com os desafios que esta tarefa acarreta e que se sintam emocionalmente mais estáveis por terem oportunidade de se envolverem em algo à parte do contexto direto de prestação de cuidados, se repercute também na qualidade de vida dos dependentes.

“O apoio ao cuidador é importante, nomeadamente, quando se trata de cuidadores informais, normalmente os familiares diretos da pessoa com deficiência e, como tal, têm interferência direta nas decisões e qualidade de vida da mesma”, pode ler-se na apresentação deste projeto da Plural&Singular.
“Nós, os cuidadores - Sessões de grupo para cuidadores informais”, uma iniciativa integrada no projeto mais alargado “Sexualidade&Afetos”, está, idealmente, desenhado para ter a duração de três meses, com uma sessão semanal de duas horas, correspondendo a um total de 14 sessões, somando 28 horas de apoio. “A continuidade do apoio dado aos cuidadores é crucial. É necessário acompanhar estas pessoas e monitorizar o seu estado mental e mesmo físico”, refere a psicóloga clínica responsável por orientar as sessões, Marta Freitas Figueiredo.

E como surgiu a ideia para a criação deste projeto? “Aquando da realização da sessão de apresentação da secção de informação “Sexualidade&Afetos” disponível no site da Plural&Singular para esclarecimento de todos os interessados por esta temática, foi referido por várias pessoas com deficiência presentes no evento, realizado em dezembro de 2015, que muitas das vezes a discriminação começa em casa e que os familiares estão desamparados e sofrem o desgaste da condição em que se encontra o dependente”, explica um dos responsáveis pelo projeto.

Indo ao encontro da respetiva missão, a Plural&Singular entendeu que tinha um papel ativo a desempenhar na informação e capacitação dos cuidadores, para melhor aceitarem o contexto em que vivem e conseguirem contribuir para a mudança das mentalidades na sociedade em geral por desconstruírem, eles próprios, os preconceitos que poderão assombrar a saudável relação familiar.

Daí que, o projeto “Nós, os cuidadores” procura mais parceiros, apoios e patrocínios para o desenvolvimento de todas as atividades e para conseguir multiplicar este apoio, quer estendendo-o no tempo, quer em relação à quantidade de participantes que dele tirem proveito. “Estamos a candidatarmo-nos a vários financiamentos, vamos angariar fundos através da venda de rifas e estamos a tentar contactar entidades e empresas que aceitem patrocinar o projeto na lógica de apadrinhamento a cuidadores. Todo o apoio é bem-vindo”, refere ainda. 

Um obrigado nunca chega!

Além do cofinanciamento do Programa de Financiamento a projetos pelo INR, I.P. 2017, a Plural&Singular conta com o apoio da Cercigui e o patrocínio da Flormar do largo do Toural, em Guimarães - uma empresa de maquilhagem que apresenta centenas de produtos diferentes e tem lojas em mais de 80 países, espalhados pelos quatro continentes.
A Festa em Casa, uma empresa online de criação gráfica de desenhos e de produção de adereços para utilizar na decoração de festas também aceitou apoiar este projeto. Muito obrigada.

Na divulgação, temos o apoio do Duas Caras – Gazeta Vimaranense, um órgão de comunicação digital de Guimarães que “pretende aproximar o produtor de conteúdo e o leitor, as duas caras da informação: quem informa e quem procura sem informado”. Também a DESINCOOP Desenvolvimento Economico Social e Cultural CRL, uma entidade que tem o objetivo de criar oportunidades de emprego para as pessoas em risco de exclusão social devido à sua origem étnica, idade, género e/ou incapacidade, é parceira da Plural&Singular, quer na divulgação do projeto, quer na sinalização de cuidadores que o possam integrar.

Depois, um agradecimento triplo: à Fnac, ao Vanessa&Ivo Handmade Films e ao Hotel da Penha por atribuírem os prémios que serão sorteados numa angariação de fundos em prol da continuidade deste projeto. Estão em causa uma Fujifilm instax (disponível em diversas cores é uma máquina fotográfica instantânea ideal para captar imagens de cores vivas com qualidade e ter a impressão num instante com o formato de um cartão de crédito, uma Sessão de foto de família (dois fotógrafos, fotos entregues numa pen usb + poster 50 x 70, duração de duas horas, sessão para pais e filhos até cinco elementos. Sessão a marcar dentro da disponibilidade dos fotógrafos e família, na cidade de Guimarães) e um Jantar a dois no Hotel da Penha (Situado na encosta da Penha, em Guimarães este edifício oferece uma vista incomparável para a cidade de Guimarães e o restaurante é conhecido por proporcionar um serviço de qualidade, inspirado na cozinha local)

Sorteio! Realiza-se a 3 de dezembro de 2017, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência durante a cerimónia que assinala o aniversário da Plural&Singular. O momento será gravado em direto no Facebook e os vencedores serão contactados para receber o voucher do respetivo prémio. 
Para participar ligue 913077505 ou acompanhe uma das iniciativas do sorteio no Facebook da Plural&Singular e do Núcleo de Inclusão, Comunicação e Media. 
 

Apoios e Patrocínios:


Cofinanciado pelo Programa de Financiamento a projetos de 2017 do INR, I.P.

       

 

            

   

               
               
 
Parceiros de divulgação:

      

 

Itens relacionados

  • Guimarães: Comunicação [in]acessível ou não? Eis a questão.

    A Plural&Singular dá mais um passo rumo à inclusão, desta vez, no âmbito da Comunicação Acessível realizando uma ação de formação e sensibilização dirigida a jornalistas e outros profissionais e estudantes de comunicação. Esta iniciativa, que conta com a parceria do Projeto InMyShoes, realiza-se no Cineclube de Guimarães, no próximo sábado, dia 21 de outubro a partir das 9h30, prologando-se até às 18h30.

  • Plural&Singular avança com formação em sexualidade&afetos
    Começa hoje a ação de formação preparada pela Plural&Singular no âmbito da Sexualidade&Afetos das pessoas com deficiência e dirigida aos colaboradores da CERCIGUI - Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados do Concelho de Guimarães, CRL e da Associação para a Integração e Reabilitação Social de Crianças e Jovens Deficientes de Vizela.
  • 4.ª edição do concurso de fotografia “A inclusão na diversidade”

    Foi lançado em 2014 pela Plural&Singular, em parceria com o Centro Português de Fotografia (CPF), e em 2017 continua à procura de "inclusão na diversidade". O concurso de fotografia internacional em que TODOS cabem está de volta para mais uma edição, a quarta. No ano de arranque estiveram 61 imagens em concurso, um número que evoluiu para 85 na 2.ª edição. O desafio agora é claro mas não é simples: manter ou ultrapassar a o resultado da 3.ª edição: 144 fotografias. "Vamos tentar", responde a organização que avança com uma pergunta e imediatamente deixa a resposta: "Quer ajudar? Concorra". As candidaturas podem ser entregues por correio ou email até 15 de outubro.

  • “Nós, os cuidadores” avança amanhã “à experiência”

     

    Graças ao apoio da junta de freguesia de Creixomil, em Guimarães, o projeto “Nós, os cuidadores - Sessões de grupo para cuidadores informais”, vai, finalmente, avançar, de 15 de julho a 05 de agosto. Este apoio é dirigido a cinco cuidadores informais que terão um total de 10 horas de apoio em grupo, concentradas em quatro sessões dinamizadas pela psicóloga clínica Marta Freitas Figueiredo, colaboradora da Plural&Singular.

  • 18.ª Edição

Deixe um comentário

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

20°C

Lisboa

Breezy

Humidity: 87%

Wind: 46.67 km/h

  • 23 Oct 2017 22°C 15°C
  • 24 Oct 2017 21°C 18°C

Publicidade