Nada sober vós sem vós

Log in
updated 11:08 AM WEST, Oct 19, 2017
Informação:
PARTILHEM: O concurso de fotografia internacional em que TODOS cabem está de volta para mais uma edição, a quarta...CONSULTE TODA A INFORMAÇÃO NO NOSSO SITE!       Também não deixe de ler e partilhar a nossa 18.ª edição da revista digital da Plural&Singular que está 'online' e disponível para 'download' dando destaque a uma "viagem" pelos Açores e Madeira: será que estes dois arquipélagos afortunados em história, cultura e paisagem, são inclusivos?

PERFIL: Lenine Cunha - O “super-atleta”…

A 8 dias do início dos Jogos Paralímpicos, a Plural&Singular recorda o “Perfil” (rubrica que integra a nossa secção de Desporto da revista digital trimestral) publicado em junho de 2013 sobre Lenine Cunha, o "super-atleta" que conquistou a medalha de bronze em Londres2012 que agora procurará repetir ou melhor a marca em Rio2016*

Lenine Cunha, o menino que descobriu o que queria ser quando fosse grande, por “andar sempre de um lado para o outro a correr”, rodeado de primas corredoras. Disseram-lhe que isso podia ser profissão… Não acreditou na hora… Agora confessa que não sabe viver sem desporto [peça com dados anteriores a junho de 2013]

Texto: Paula Fernandes Teixeira
Fotos: Gentilmente cedidas

O seu treinador – ao qual também dedica elogios e apelida de “referência” – chama-o de “super-atleta”. No atletismo conquistou mais de uma centena e meia de medalhas. Em Londres, Jogos Paralímpicos de 2012, deu-se a consagração total com a conquista de uma medalha de bronze “muito ambicionada”.

Lenine Cunha, portador de deficiência intelectual, é atleta paralímpico português. Quando questionado, pela Plural&Singular, sobre qual o momento da sua carreira que mais destaca, respondeu-nos, “sem dúvidas”, com alusão aos Jogos Paralímpicos de Londres 2012, quando viu ser-lhe entregue uma medalha de bronze num recinto onde estavam cerca de 80 mil pessoas a assistir.

Treina três horas por dias durante seis dias por semana “no mínimo”. A maior parte dos dias, treina no Estádio Municipal de Gaia alternando com idas ao ginásio FashionGym e corridas junto à praia. É treinado, desde os 16 anos de idade, por José Costa Pereira.

Conhecido, no mundo desportivo, pelo diminutivo de “Lenny”, tem como “prova preferencial” dentro de todo o universo do atletismo, o salto em comprimento. Iniciou-se, em 2000, no Campeonato da Europa em Bollnas, Suécia, onde conquistou, de imediato um record mundial. Aí, na sua “estreia”, conquistou o ouro em triplo-salto e o bronze em 4x200 metros e no salto em comprimento.

No mesmo ano, no Meeting Internacional “Sprawni Razem”, em Wroclaw, Polónia, voltou ao pódio, ficando em primeiro no triplo-salto e nos 4x100 metros, em segundo nos 110 metros barreiras e em terceiro em comprimento.

Participou nos Jogos Paralímpicos de Sidnei, em 2000, mas teve de aguardar por 2012 para ver coroado todo o trabalho feito ao serviço de Portugal e do atletismo português.

Questionado sobre o que sente ao representar Portugal, Lenine Cunha fala em “orgulho imenso”, mas algo entristecido por ainda não se “sentir verdadeiramente reconhecido” pelas suas vitórias.

O seu treinador é da mesma opinião: “Repare-se que o Lenine esperou doze anos pelo momento que viveu em Londres. Não digo que era um sonho… Era um desejo que ele perseguiu e conseguiu. Foi a Londres bater a marca dele. Não fez este resultado antes, em Jogos, porque impediram-no de participar… Ele não sabia quando é que voltava aos Paralímpicos… Mas nunca desistiu. E em Londres esteve em grande. Nem ele próprio esperava. E Portugal sabe disso? Orgulha-se disso? De ter um atleta perseverante como ele?”, questiona José Costa Pereira. LER PEÇA COMPLETA A PARTIR DA PÁGINA 100 DA 3.ª EDIÇÃO DA PLURAL&SINGULAR


“Sinto-me um modelo para as pessoas. Apesar de terem alguma deficiência, podem ver que isso não é barreira para terem grandes conquistas pessoais e profissionais. O desporto ajudou-me a superar o preconceito e a elevar a minha auto-estima”, Lenine Cunha, em discurso direto…


“Acompanho-o desde menino, desde adolescente. Chegou a mim com 16 anos. Hoje é um homem. Um amigo. É o meu filho do atletismo. É o melhor atleta do mundo. O atleta mais completo ao nível da deficiência intelectual. É aquele que mais provas combinadas faz e supera. É um super-atleta.”, José Costa Pereira (treinador) em discurso direto…

BI
Nome: Lenine Cunha
Naturalidade: Mafamude, Vila Nova de Gaia
Modalidade: Atletismo
Clube: Clube Desportivo e Cultural de Vila Nova de Gaia
Referência: “O meu treinador José Costa Pereira e a Naíde Gomes”
Medalhas: 141 internacionais (Campeonatos e Paralímpicos)

 

*A Plural&Singular completa em dezembro quatro anos de vida. Ao longo do nosso percurso já publicamos 15 edições de revistas digitais trimestrais, tendo em todas elas tentado dar destaque quer à atualidade, quer às referências, marcos, efemérides e conquistas no que ao Desporto diz respeito. No entanto, lamentavelmente, não possuímos “Perfis” (rubrica que integra a secção desportiva) de boa maioria dos atletas que vão rumar ao Rio de Janeiro, Brasil, em setembro para representar as cores lusas. Estamos no entanto a tentar partilhar também no site o material relacionado com este evento que temos compilado nas revistas até ao momento, procurando com estes exemplos, reportagens, entrevistas, de alguma forma homenagear também os atletas, instituições e treinadores com os quais ainda não tivemos oportunidade de contactar. Boa sorte a todos!

Itens relacionados

  • Maratona IPC: Manuel Mendes entre os selecionados para Londres

    Manuel Mendes, medalhado nos Jogos Paralímpicos Rio2016, está entre os convocados para a Taça do Mundo de Maratona IPC, prova que tem lugar domingo em Londres.
    A Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) divulgou a lista de selecionados e ao atleta vimaranense somam-se Gabriel Macchi, Joaquim Machado e Jorge Pina.

  • Atletas olímpicos e paralímpicos com prémios iguais

    O valor dos prémios para atletas olímpicos e paralímpicos vai ser o mesmo. O Orçamento do Estado (OE) para 2017 prevê a equiparação. Só falta alterar a lei, tarefa que cabe agora ao Governo.

  • PERFIL: Manuel Mendes - o atleta "sensação"

    No dia em que o Presidente da República concedeu o título de comendador da ordem de mérito aos atletas portugueses medalhados nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio2016, a Plural&Singular recorda o “Perfil” (rubrica que integra a nossa secção de Desporto da revista digital) publicado em setembro de 2016 sobre Manuel Mendes – o atleta "sensação" que conquistou no Rio de Janeiro uma medalha de bronze*

  • PERFIL: Mário Trindade – o atleta missão!

    No dia em que a comitiva lusa parte para o Brasil para participar nos Jogos Paralímpicos, a Plural&Singular recorda o “Perfil” (rubrica que integra a nossa secção de Desporto da revista digital trimestral) publicado em março de 2015 sobre Mário Trindade – o atleta Missão que integra a comitiva lusa rumo a Rio2016*

  • PERFIL: David Grachat - O atleta que não vacila em cima do bloco!

    Falta uma semana para o início dos Jogos Paralímpicos. A Plural&Singular recorda o “Perfil” (rubrica que integra a nossa secção de Desporto da revista digital trimestral) publicado em setembro de 2014 sobre David Grachat, O atleta que não vacila em cima do bloco e que um dos cinco nadadores da comitiva lusa que parte em breve para Rio2016*

Deixe um comentário

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

12°C

Lisboa

Partly Cloudy

Humidity: 62%

Wind: 11.27 km/h

  • 21 Oct 2017 23°C 12°C
  • 22 Oct 2017 22°C 12°C

Publicidade