Nada sober vós sem vós

Log in
updated 3:48 PM WEST, Apr 30, 2017
Informação:
PARTILHEM: A 17.ª edição da revista digital da Plural&Singular está online e disponível para download. Além dos resultados da 3.ª edição do concurso "A Inclusão na Diversidade", destacamos uma "Grande Entrevista" com Ana Sofia Antunes, secretária de Estado da Inclusão das Pessoas com Deficiência que faz um balanço de um ano de Governo

PERFIL: Lenine Cunha - O “super-atleta”…

A 8 dias do início dos Jogos Paralímpicos, a Plural&Singular recorda o “Perfil” (rubrica que integra a nossa secção de Desporto da revista digital trimestral) publicado em junho de 2013 sobre Lenine Cunha, o "super-atleta" que conquistou a medalha de bronze em Londres2012 que agora procurará repetir ou melhor a marca em Rio2016*

Lenine Cunha, o menino que descobriu o que queria ser quando fosse grande, por “andar sempre de um lado para o outro a correr”, rodeado de primas corredoras. Disseram-lhe que isso podia ser profissão… Não acreditou na hora… Agora confessa que não sabe viver sem desporto [peça com dados anteriores a junho de 2013]

Texto: Paula Fernandes Teixeira
Fotos: Gentilmente cedidas

O seu treinador – ao qual também dedica elogios e apelida de “referência” – chama-o de “super-atleta”. No atletismo conquistou mais de uma centena e meia de medalhas. Em Londres, Jogos Paralímpicos de 2012, deu-se a consagração total com a conquista de uma medalha de bronze “muito ambicionada”.

Lenine Cunha, portador de deficiência intelectual, é atleta paralímpico português. Quando questionado, pela Plural&Singular, sobre qual o momento da sua carreira que mais destaca, respondeu-nos, “sem dúvidas”, com alusão aos Jogos Paralímpicos de Londres 2012, quando viu ser-lhe entregue uma medalha de bronze num recinto onde estavam cerca de 80 mil pessoas a assistir.

Treina três horas por dias durante seis dias por semana “no mínimo”. A maior parte dos dias, treina no Estádio Municipal de Gaia alternando com idas ao ginásio FashionGym e corridas junto à praia. É treinado, desde os 16 anos de idade, por José Costa Pereira.

Conhecido, no mundo desportivo, pelo diminutivo de “Lenny”, tem como “prova preferencial” dentro de todo o universo do atletismo, o salto em comprimento. Iniciou-se, em 2000, no Campeonato da Europa em Bollnas, Suécia, onde conquistou, de imediato um record mundial. Aí, na sua “estreia”, conquistou o ouro em triplo-salto e o bronze em 4x200 metros e no salto em comprimento.

No mesmo ano, no Meeting Internacional “Sprawni Razem”, em Wroclaw, Polónia, voltou ao pódio, ficando em primeiro no triplo-salto e nos 4x100 metros, em segundo nos 110 metros barreiras e em terceiro em comprimento.

Participou nos Jogos Paralímpicos de Sidnei, em 2000, mas teve de aguardar por 2012 para ver coroado todo o trabalho feito ao serviço de Portugal e do atletismo português.

Questionado sobre o que sente ao representar Portugal, Lenine Cunha fala em “orgulho imenso”, mas algo entristecido por ainda não se “sentir verdadeiramente reconhecido” pelas suas vitórias.

O seu treinador é da mesma opinião: “Repare-se que o Lenine esperou doze anos pelo momento que viveu em Londres. Não digo que era um sonho… Era um desejo que ele perseguiu e conseguiu. Foi a Londres bater a marca dele. Não fez este resultado antes, em Jogos, porque impediram-no de participar… Ele não sabia quando é que voltava aos Paralímpicos… Mas nunca desistiu. E em Londres esteve em grande. Nem ele próprio esperava. E Portugal sabe disso? Orgulha-se disso? De ter um atleta perseverante como ele?”, questiona José Costa Pereira. LER PEÇA COMPLETA A PARTIR DA PÁGINA 100 DA 3.ª EDIÇÃO DA PLURAL&SINGULAR


“Sinto-me um modelo para as pessoas. Apesar de terem alguma deficiência, podem ver que isso não é barreira para terem grandes conquistas pessoais e profissionais. O desporto ajudou-me a superar o preconceito e a elevar a minha auto-estima”, Lenine Cunha, em discurso direto…


“Acompanho-o desde menino, desde adolescente. Chegou a mim com 16 anos. Hoje é um homem. Um amigo. É o meu filho do atletismo. É o melhor atleta do mundo. O atleta mais completo ao nível da deficiência intelectual. É aquele que mais provas combinadas faz e supera. É um super-atleta.”, José Costa Pereira (treinador) em discurso direto…

BI
Nome: Lenine Cunha
Naturalidade: Mafamude, Vila Nova de Gaia
Modalidade: Atletismo
Clube: Clube Desportivo e Cultural de Vila Nova de Gaia
Referência: “O meu treinador José Costa Pereira e a Naíde Gomes”
Medalhas: 141 internacionais (Campeonatos e Paralímpicos)

 

*A Plural&Singular completa em dezembro quatro anos de vida. Ao longo do nosso percurso já publicamos 15 edições de revistas digitais trimestrais, tendo em todas elas tentado dar destaque quer à atualidade, quer às referências, marcos, efemérides e conquistas no que ao Desporto diz respeito. No entanto, lamentavelmente, não possuímos “Perfis” (rubrica que integra a secção desportiva) de boa maioria dos atletas que vão rumar ao Rio de Janeiro, Brasil, em setembro para representar as cores lusas. Estamos no entanto a tentar partilhar também no site o material relacionado com este evento que temos compilado nas revistas até ao momento, procurando com estes exemplos, reportagens, entrevistas, de alguma forma homenagear também os atletas, instituições e treinadores com os quais ainda não tivemos oportunidade de contactar. Boa sorte a todos!

Itens relacionados

  • Maratona IPC: Manuel Mendes entre os selecionados para Londres

    Manuel Mendes, medalhado nos Jogos Paralímpicos Rio2016, está entre os convocados para a Taça do Mundo de Maratona IPC, prova que tem lugar domingo em Londres.
    A Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) divulgou a lista de selecionados e ao atleta vimaranense somam-se Gabriel Macchi, Joaquim Machado e Jorge Pina.

  • Atletas olímpicos e paralímpicos com prémios iguais

    O valor dos prémios para atletas olímpicos e paralímpicos vai ser o mesmo. O Orçamento do Estado (OE) para 2017 prevê a equiparação. Só falta alterar a lei, tarefa que cabe agora ao Governo.

  • PERFIL: Manuel Mendes - o atleta "sensação"

    No dia em que o Presidente da República concedeu o título de comendador da ordem de mérito aos atletas portugueses medalhados nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio2016, a Plural&Singular recorda o “Perfil” (rubrica que integra a nossa secção de Desporto da revista digital) publicado em setembro de 2016 sobre Manuel Mendes – o atleta "sensação" que conquistou no Rio de Janeiro uma medalha de bronze*

  • PERFIL: Mário Trindade – o atleta missão!

    No dia em que a comitiva lusa parte para o Brasil para participar nos Jogos Paralímpicos, a Plural&Singular recorda o “Perfil” (rubrica que integra a nossa secção de Desporto da revista digital trimestral) publicado em março de 2015 sobre Mário Trindade – o atleta Missão que integra a comitiva lusa rumo a Rio2016*

  • PERFIL: David Grachat - O atleta que não vacila em cima do bloco!

    Falta uma semana para o início dos Jogos Paralímpicos. A Plural&Singular recorda o “Perfil” (rubrica que integra a nossa secção de Desporto da revista digital trimestral) publicado em setembro de 2014 sobre David Grachat, O atleta que não vacila em cima do bloco e que um dos cinco nadadores da comitiva lusa que parte em breve para Rio2016*

Deixe um comentário

Bingo sites http://gbetting.co.uk/bingo with sign up bonuses

publicidade

publicidade

Publicidade

17°C

Lisboa

Mostly Cloudy

Humidity: 44%

Wind: 22.53 km/h

  • 30 Apr 2017 20°C 11°C
  • 01 May 2017 21°C 11°C

Publicidade